» Trilhas em Ubatuba

Trilhas em Ubatuba

Com cerca de 100 km de costa e aproximadamente 80% do território composto por mata atlântica, você encontrará muitas trilhas em Ubatuba. A maioria das trilhas de Ubatuba no sentido da serra são mais difíceis, pois estamos caminhando para a mata fechada e, nesse caso, é altamente recomendado o acompanhamento de profissionais.

Existem também diversas praias de Ubatuba acessíveis por trilha. Num primeiro momento, ao falar das trilhas de Ubatuba, focaremos nelas, pois praticamente todos podem fazer e, grande parte, sem guia.

Você notará que essa mesma mensagem nas páginas sobre as Ilhas de Ubatuba e sobre O que fazer em Ubatuba.

Estamos focados em documentar a cidade em vídeo. Aqui você encontrará vídeos e dicas sobre as Ilhas de Ubatuba. Nesse momento apenas da da Ilha das Couves e da Ilha do Prumirim, mas no site de nosso parceiro, Go Ubatuba, há páginas completas e os links apontam para lá, ok?

Se desejar informações, escreva-nos ou, se preferir, envie suas dúvidas pelo Instagram ou YouTube.

Imagem ilustrativa do link para a página completa da Trilha das 7 Praias em Ubatuba

Uma das mais famosas trilhas de Ubatuba, destino de amantes da natureza, a Trilha das 7 Praias é um passeio agradável pela mata atlântica.

Com aproximadamente 9 km de extensão, para fazê-la pode ser necessário contratar um guia. Muitas pessoas fazem por conta própria, porém é importante reconhecer o valor que um profissional agrega ao passeio. Informações da fauna, flora, história e, dentre outras, da segurança que proporcionam.

Se você não se sente em condições de percorrer a distância de 9km em pelo menos 3h30 de caminhada, há outra opção: contratar passeios de barco/lancha. A Trilha das Sete Praias não é destino das operadoras que oferecem Passeios de Escuna em Ubatuba

Você encontrará barqueiros que fazem a travessia na Praia da Lagoinha, na Praia de Maranduba ou na Praia da Fortaleza

Acesse página no Go Ubatuba e descubra Como fazer a Trilha das 7 Praias

Imagem ilustrativa do link para a página completa da Trilha das 7 Fontes em Ubatuba

Apesar da similaridade no número, a Trilha das 7 Fontes recebe esse nome por oferecer, como o nome sugere, sete fontes de água.

Ela começa na direta da Praia da Ribeira e passa pela Praia do Flamengo, de Ubatuba, claro. As outras duas são a da Dionísia, que exige acessar propriedade particular para chegar, e a do Flamenguinho, cujo acesso pode ser feito pela costeira ou, caso tenha prática, a nado.

Dionísia e Flamenguinho são pouco visitadas. Algumas escunas também incluem a Praia das 7 Fontes na rota, tal como barqueiros e operadoras que realizam o passeio para a Praia das 7 Fontes.

Para chegar na Praia da Ribeira é preciso, antes, ir até o Saco da Ribeira.

O percurso pode ser feito entre 50 minutos e 1h30, dependendo do preparo e da prática. O trecho entre a Ribeira e a Praia do Flamengo é mais fácil, porém é preciso ter cuidado para descer/subir as escadarias.

O trecho mais complicadinho mesmo é entre o Flamengo e a Praia das Sete Fontes, com muitos degraus para subir e mata fechada. Nada absurdo para quem tem o hábito de percorrer as trilhas em Ubatuba.

Imagem ilustrativa do link para a página completa da Trilha da Praia Brava da Almada em Ubatuba

Paradisíaca e muito procurada por surfistas, fazer a Trilha da Praia Brava da Almada é um passeio corriqueiro para muitas pessoas.

Existem duas maneiras de fazer a trilha da Brava da Almada, sendo a mais comum a que inicia na Praia do Engenho de Ubatuba. A outra opção é a partir da Praia da Fazenda mas para fazê-la considere contratar guias ou monitores do Parque Estadual.

A Praia Brava da Almada é a primeira, sentido Paraty, em área de preservação ambiental. Deserta e selvagem!

Começando ali pelo Engenho é mais fácil e pode ser feita entre 20 e 40 minutos. Atenção com os trechos de subida e descida, pois são íngremes e, pós chuva, ficam bem escorregadios. No mais é só curtir o visual.

Algo importante a se notar é que Engenho é acessível a partir da Praia da Almada, que fica próxima de outras conhecidas como a Praia do Ubatumirim e a Praia do Estaleiro de Ubatuba

Conheça a Trilha da Praia do Alto em Ubatuba

O vídeo revela todo o percurso da Trilha da Praia do Alto, do início ao fim.

Essa é uma das trilhas de Ubatuba mais fáceis, aliás, não é bem uma trilha famosa. Decidimos mostrá-la, pois muitas pessoas nos procuram para obter informações sobre Onde fica e Como chegar na Praia do Alto em Ubatuba

Você talvez queira acessar a página da Praia do Alto para obter mais informações sobre ela.

Veja mais sobre as Trilhas de Ubatuba e relacionadas

Se desejar saber mais sobre as Trilhas de Ubatuba no Go Ubatuba, nosso parceiro e com quem trabalhamos para criar conteúdos úteis para você.

Quem gosta de trilha, curte natureza. Talvez você se interesse em conhecer a Ilha das Couves ou a Ilha do Prumirim

Como é muito procurada, no Go Ubatuba você encontra informações sobre Como ir para a Ilha das Couves

Veja também opções de Passeios de Escuna em Ubatuba e conheça as Praias de Ubatuba acessíveis por embarcações

Quais dúvidas e informações, sinta-se a vontade para entrar em contato conosco. Não sabemos tudo, mas compartilhamos com prazer aquilo que sabemos.

Escreva pra nós

Se você deseja informações de qualquer gênero, não somente sobre essa praia, escreva para nós.

Deseja informações sobre espaços publicitários, teremos prazer em esclarecer suas principais dúvidas e questionamentos. Podemos nos falar ao telefone ou agendar um bate papo presencial para apresentar produtos e serviços.

Agora, caso tenha a intenção é fazer parceria, solicitar imagens, conteúdos ou compartilhar uma ideia diferente que lhe ocorreu, sinta-se a vontade para soltar a voz. Somos entusiastas de boas ideias!

Por fim, desde já agradecemos por reportar erros de português, links quebrados ou erros no site. Suas contribuições nesse sentido auxiliarão milhares de outros visitantes e usuários.

13 + 14 =

Ubatuba Guide: Guia de Ubatuba online dedicado a você, turista, que deseja conhecer esse paraíso ecológico.

Textos, fotos e vídeos autorais disponíveis para uso jornalístico e acadêmico sob distintas licenças Creative Commons.

Valorizamos o design limpo, com liberdade para navegar sem ter que desviar de uma enxurrada de anúncios monetizados para chegar ao conteúdo.

Página publicada em 09/09/2016 e atualizada em: 24/11/2018 por Deyves Martins (Redação UG)