» O que fazer » Atrativos » Aquário de Ubatuba

Aquário de Ubatuba: horário de funcionamento, fotos, loja, história, espécies e tudo mais

O Aquário de Ubatuba é uma das melhores opções do que fazer em Ubatuba com crianças, seja durante o dia ou noite, sob sol ou chuva. Visita indispensável também para adultos de todas idades em trânsito pelo litoral. Em 17 recintos é possível conhecer e aprender sobre 350 animais de 100 espécies distintas.

Além de aprendizado e entretenimento, o Aquário oferece ainda o Aquabar, a Aqualoja e um espaço educativo de recreação para os pequenos. Para completar, figura no Guia de Museus e Centros de Ciências Acessíveis da América Latina e Caribe.

O Aquário de Ubatuba fica na Rua Guarani, 859, entre a Praia do Cruzeiro e a Praia do Itaguá

-23.446544, -45.068196 (como ir até o Aquário de Ubatuba)

Siga:      

Apresentação Resumida

Entre os atrativos do Aquário de Ubatuba destacam-se o Pinguinário e os tanques do Costão Rochoso, Oceânico e de Toque. Nesse último os visitantes têm contato direto com algumas espécies, sempre com monitores provendo orientação.

Durante todo o circuito você encontra placas informativas, que o torna intuitivo e didático. Em alguns locais você encontra também monitores gentis e dispostos a fornecer informações.

Enquanto a Base do Projeto Tamar em Ubatuba tem suas atividades quase exclusivamente ligadas as tartarugas marinhas, no Aquário de Ubatuba você tem a oportunidade de conhecer e aprender sobre uma diversidade maior de espécies, que habitam tanto águas salgadas como doces.

Aspectos em comum entre dois dos principais centros de visitação turística do município, Aquário e Tamar, estão a educação ambiental e a preservação e conservação do meio ambiente. Elas integram suas missões mas, acima de tudo, são práticas cotidianas.

Outros atrativos e pontos de visitação próximos ao Aquário: Praça da Baleia, Rua Guarani, Parque recreativo infantil público, Pista de Skate, Praça do Trópico de Capricórnio, Sobradão do Porto e Feirinha Hippie.

+Sobre o Aquário de Ubatuba

Inaugurado em 1996 por um grupo de oceanógrafos, o Aquário de Ubatuba é privado. Em outras palavras, não trata-se de uma ONG ou entidade do terceiro setor, mas de um estabelecimento particular.

Além da aplicação do conceito de edutainment education (educação) + entertainment (entretenimento), o Aquário de Ubatuba é pioneiro e referência em diversos âmbitos.

Em termos de pioneirismo

  • É o primeiro aquário privado do Brasil aberto ao público
  • Primeiro a introduzir o conceito de Tanque de Toque
  • Primeiro também a montar um aquário de águas vivas do país

São mais de 110 convênios firmados entre o Aquário de Ubatuba e instituições de ensino e pesquisa para realização de estágios e pesquisas conjuntas.

Já em se tratando de referência, serviu como espelho para a montagem de aquários em outras cidades e estados do Brasil. Entre eles:

  • Aquário em Aparecida/SP
  • Oceanário de Aracajú/SE
  • Aquário da Bacia do Rio São Francisco em Belo Horizonte/MG
  • Aquário de Rio das Ostras/RJ
  • Aquário do Parque Escola Sabina em Santo André/SP
  • Aquário do Pantanal em Campo Grande/MS
  • Oceanário Brasil em Rio Grande/RS

Todos contaram com o apoio técnico da equipe do Aquário de Ubatuba e da Terramare. Essa empresa é coligada ao Aquário e desenvolve e constrói Aquários de Visitação Pública no Brasil.

O Aquário de Ubatuba possui 12 tanques de água salgada, onde você pode conhecer um pouco da vida marinha. Um deles possui 80 mil litros de água e figura na lista dos maiores do Brasil. Conhecido como Tanque Oceânico, é nele que você conhecerá duas espécies de tubarão, arraias entre outros animais.

Horário de Funcionamento do Aquário de Ubatuba

Durante o ano letivo
Domingo até Quinta entre 10h e 20h
Sexta, Sábado e Feriados entre 10h e 22h

Na temporada de verão o horário de funcionamento do Aquário de Ubatuba é de 10h até 22h, todos os dias.

Valor do ingresso para o Aquário de Ubatuba

Inteira (Adulto): R$28,00
Meia-Entrada: R$14,00
2 Adultos e 1 Criança: R$60.00
2 Adultos e 2 Crianças: R$75,00
2 Adultos e 3 Crianças: R$90,00
2 Adultos e 4 Crianças: R$100.00
Meia-entrada: Idosos, Estudantes e Pessoas entre 03 e 17 anos

Adquira online

Conheça o Passaporte Anual

Fotos do Aquário de Ubatuba

Breve seleção de imagens do Aquário de Ubatuba.

Deseja utilizar essas imagens para fins jornalísticos ou acadêmicos? Saiba mais.Elas estão licenciadas sob a licença CC-BY NC 4.0 International. Você pode solicitar quaisquer imagens para tais fins, desde que siga as orientações descritas na página de Direitos Autorais. Se preferir, entre em contato para mais informações e saiba que sentiremos imenso prazer em contribuir com seu projeto. Podemos fornecê-las sem logo ou em outros formatos e resoluções.

Veja mais fotos

Publicamos frequentemente fotografias das praias e atrativos de Ubatuba no Instagram. Com menos frequência no Facebook e, além disso, nosso fotógrafo publica no Google+. Já no Flickr você encontra grande parte de nosso acervo. O Flickr serve como referência para jornalistas, webwritters, blogueiros e outros que têm interesse em utilizar nossas fotografias. Talvez você queira seguir nosso Canal no YouTube.

Dicas de Ubatuba

Atualizações e Dicas de Ubatuba em seu e-mail: Cadastre-se

Siga-nos

Atrativos do Aquário de Ubatuba

O circuito e os atrativos, além de entreter, tem o objetivo de promover a sensibilização acerca de diversas questões ambientais a aprendizado sobre a biologia dos animais. As principais atrações estão descritas abaixo.

Alguns outros recintos que você conhecerá: Galeria de Água Doce, Terrário e Museu da Vida Marinha. Há ainda o Auditório, a Aqualoja (acessível pela Rua Guarani) e o Aquabar (acessível pelos fundos, frente ao mar).

Tanque de Contato

Muito além de observar passivamente as espécies, no Tanque de Contato você, e todos aqueles que visitam o Aquário de Ubatuba, tem a oportunidade de tocar algumas delas, justificando o nome do tanque.

Esse contato é acompanhado por monitores, que fornecem informações sobre a fisiologia dos animais. A maior parte das espécies no Tanque de Contato são habitantes do costão rochoso ou, como é popularmente conhecida, simplesmente costeira.

Alguns exemplos são o ouriço do mar, pequenas arraias e estrelas do mar.

Pinguinário

Essa é o lugar onde todos se encantam com a graciosidade e o jeito desengonçado dos Pinguins. Eles são muito engraçadinhos e vêm de encontro aos visitantes, separados apenas pelo vidro de contenção da água.

O ambiente é belíssimo e o cenário representa fielmente o ambiente natural. Não apenas a aparência, mas também a iluminação e temperatura as quais estão habituados.

Eles são da espécie Pinguins de Magalhães e, entre abril e setembro, buscam águas mais quentes. É quando chegam pelo litoral sudeste do Brasil e, alguns se perdem do bando, indo parar desorientadamente nas praias.

É aí que, em Ubatuba e região, entram em ação o Aquário de Ubatuba e o Instituto Argonauta. Eles proveem os cuidados necessários para a reabilitação desses animais que, muitas vezes, estão fracos e debilitados.

Algumas curiosidades sobre os Pinguins de Magalhães
Apesar de serem aves marinhas, não voam e, ao invés disso, possuem o corpo adaptado para viver na água. Em média pesam entre 3 e 5 kg e tem 70 cm de estatura.

Os Pinguins-de-Magalhães não vivem em regiões polares, mas onde há clima temperado, tal como nas patagônias argentinas e chilenas, com variação de temperatura entre 7º e 35º C.

Fonte: Aquário de Ubatuba

Tanque do Costão Rochoso

Inaugurado no final de 2017 para a temporada de verão de 2018, o Tanque do Costão Rochoso é o mais recente atrativo do Aquário de Ubatuba.

Um espaço extremamente interessante que desperta os sentidos e oferece uma imersão na vida marinha da costeira – nome popular para o costão rochoso.

Além de conhecer e aprender sobre as espécies que vivem nesse ambiente, o espaço oferece uma experiência única. Ondas descem pelo acrílico que fica no alto, sobre a cabeça dos visitantes, e caem no tanque. Além disso, sons e pequenos jatos de água, além da oceanografia fidedigna ao ambiente natural, complementam esse novo espaço.

Algumas espécies que habitam o costão rochoso, ou costeira se preferir, são ouriços do mar, algas, moluscos e cracas. Nas profundezas, onde a incidência de ondas é menor, encontram-se garoupas e lagostas, por exemplo.

Tanque Oceânico

O Tanque Oceânico é um dos principais atrativos do Aquário de Ubatuba. Ele é preenchido com 80 mil litros de água e é um dos maiores tanques marinhos do país.

Nele estão diversas espécies, sendo que os tubarões e raias são aquelas que mais cativam e despertam a atenção dos visitantes, especialmente crianças, que fascinam-se com os tubarões.

Apesar disso, as espécies que habitam esse tanque são inofensivas, tais como o Tubarão-Lixa e Magona. Esse último conhecido também como Cação-Mangona ou, no litoral paulista, como Tubarão-Cinza. Animais de tais espécies chegam a medir 3,5 metros de comprimento.

Além dos tubarões, a outra grande atração são as Raias-Ticonha, que nadam tranquila e serenamente pelo tanque. Arraias são animais consideradas dóceis por grande parte dos pesquisadores e atacam humanos somente se forem pisadas.

Essa é mais uma reação de autodefesa que de ataque e, apesar de não terem venenos letais, as enzimas provocam muita dor. O alerta de cuidado ao pisar seria válido se elas não fossem tão hábeis em camuflarem-se sob a areia.

Ali habitam também outras espécies, tais como Xeréus e Garoupas.

Xeréus são encontrados por todo o Oceano Atlântico, vivem tanto nas proximidades dos costões rochosos como em mar aberto, sendo que os maiores exemplares encontram-se distante da costa.

É uma espécie que apresenta alta resistência em salinidade e, por conta disso, podem ser encontrados também em salobras e rios costeiros.

Existem diversas espécies de Garoupas. São encontradas também por todo o litoral brasileiro, em fundos coralinos ou rochosos. Alguns exemplares atingem até 2,40 metros e chegam a pesar até 300 kg.

Grande parte tem dentes afiados e bocas grandes, característica comum entre predadores, tal como é considerada.

Algumas espécies que você conhecerá no Aquário de Ubatuba

A lista abaixo destaca apenas algumas e está longe de ser completa, pois no Aquário de Ubatuba você poderá conhecer mais de cem espécies. Para obter informações detalhadas a melhor opção é fazer uma visita, mas você também pode acessar o site oficial, ou ainda, enviar um e-mail ou telefonar para 12 3834 1382.

No Terrário

Quando você passa diante da entrada principal do Aquário de Ubatuba, na Rua Guarani, há uma vidraça. Esse recinto é o Terrário.

Comumente você notará grupos de pessoas reunidas para observar os Jacarés do Pantanal, Cágados e Iguanas (essas só podem ser vistas ao visitar).

Também conhecido como Jacaré do Paraguai, os Jacarés do Pantanal atingem até 3 metros de comprimento.

Apesar de assustadores, ataques aos humanos só ocorrem caso sintam-se ameaçados. No cotidiano sua dieta é composta por peixes, moluscos e crustáceos, além de répteis e mamíferos.

No mundo existem oito espécies, sendo que no Brasil, além do Jacaré do Pantanal, são encontrados também exemplares de Jacaré do papo amarelo, Jacaretinga, Jacaré Açu, Jacaré Coroa e Jacaré Anão.

Dentre aqueles que habitam outros países destaca-se o Jacaré Americano. Ele chega a atingir as impressionantes e aproximadas marcas de 32 km/h sob a água e 18 km/h em terra firme.

Cágados, diferente dos Jacarés Americanos, são muito, muito mais lentos. Ao contrário das Tartarugas, que vivem a maior parte da vida sob a água, e dos Jabutis, que vivem na terra, os Cágados são semi-aquáticos.

No Brasil existem cerca de 25 espécies, subdividas em 9 gêneros. Possuem cascos semelhantes aos das tartarugas marinhas, hidrodinâmicos e mais baixos que dos Jabutis.

Por fim, as Iguanas são encontradas na América do Sul, Central e no Caribe. Na América Latina a mais comum é a Iguana Verde.

Elas assemelham-se aos Camaleões, porém pertencem a família Iguanidae, enquanto seus parentes não tão distantes integram a família Chamaeleonidae.

Uma curiosidade é que sua cauda representa cerca de 33% do tamanho total do corpo, que pode atingir até um metro e oitenta. Além disso pesam entre 4 a 8 kg e vivem cerca de 15 anos.

Na Galeria de Água Doce

Desculpe, iremos inserir num futuro breve informações sobre as espécies da Galeria de Água Doce.

Água Viva

Você sabia que existem milhares de espécies de águas vivas? Algo que provavelmente você não sabia até então é que elas habitam o Planeta Terra há cerca de 650 milhões de anos!

Diante disso, algo que pode ser dito sobre Águas Vivas é que são extremamente hábeis em proliferar sua gene e sobreviver nas mais diversas condições.

Em fase adulta é conhecida como Medusa e, nesse estágio, vive entre três e seis meses. Talvez não aparentem, mas são criaturas carnívoras e utilizam a boca, localizada no centro e inferior de seu corpo, para alimentarem-se.

As águas vivas têm entre 2 cm e 2 metros de diâmetro e, pasme, seus tentáculos podem atingir até 40 metros de comprimento. Algo que tranquiliza é saber que as maiores não são encontradas pelas praias de Ubatuba.

Apesar de não ser aqui o lugar adequado para tal fim, faremos uso por ser de utilidade pública. Caso você receba uma picada de água viva – sim, trata-se de uma picada – é necessário remover os tentáculos. Para tanto deve-se aplicar creme de barbear e raspar a pele para removê-los.

Caso a picada tenha ocorrido em água salgada, não lave com água doce, pois pode desencadear a liberação de mais peçonha. Na prática isso quer dizer que lavar com água doce fará arder ainda mais (apenas no caso da picada ocorrer em água salgada). O mesmo vale se a picada ocorrer em água doce, jamais utilize água salgada.

Coçar, esfregar ou utilizar álcool, amônia ou urina também não ajuda em nada. Para aliviar pode-se usar vinagre ou qualquer solução aquosa de ácido acético de 3 a 10%.

Cavalo Marinho

Encantadores, os Cavalos Marinhos são uma atração a parte. Recebem esse nome pois sua alongada cabeça assemelha-se a dos cavalos.

Se comparar o tamanho de ambas espécies, os Cavalos Marinhos seriam minúsculos, pois medem apenas 15 cm em média. Menor ainda é sua barbatana, localizada nas costas e quase imperceptível.

Encantadores, chegam a hipnotizar quem os aprecia por um período maior de tempo. Quem dedica-se a essa apreciação talvez poderá notar que são capazes de mover os olhos de modo independente.

Esses animais animais são muito vulneráveis, pois como não conseguem nadar contra a correnteza, tornam-se presas fáceis.

Os Cavalos Marinhos estão ameaçados de extinção por razões nada nobres pois, quando vivos, são capturados para enfeitar aquários e, secos, tornam-se enfeites em móveis.

Não apenas a pesca predatória para torná-los enfeites os coloca em risco de extinção. A degradação de seu habitat natural é outro fator de risco a sua existência e, adivinhe, também é causado pelo homem.

Curiosidades sobre os Cavalos Marinhos: vivem entre 5 e 7 anos e, ao invés das fêmeas, são os machos que engravidam.

Peixe Leão

Apesar de sua beleza e pequeno tamanho, média de 20 cm, o Peixe-Leão é um predador voraz. Ele alimenta-se basicamente de camarões e caranguejos e, um de seus poucos predadores, é o tubarão-touro.

Alguns exemplares chegam a medir 40 cm, sendo que o maior capturado em águas da Flórida, tinha cerca de 44,5 cm. O Peixe-Leão é nativo do Pacífico, mas foi introduzido no oeste do Oceânico Atlântico e Mar do Caribe, onde alastrou-se também pelo Golfo do México.

Essa introdução, provocada por humanos, tornou-se uma grave ameaça para o ecossistema em recifes de coral, onde sempre vivem.

Como o Tubarão-Touro quase chegou a extinção devido ao volume de caça que, diga-se, servia exclusivamente para a retirada de suas barbatanas, apreciadas na gastronomia oriental, o Peixe-Leão tornou-se uma praga nas regiões onde foi introduzido.

Os Peixes-Leões podem atacar humanos. O veneno é inoculado através de espinhos, e não são poucos. Entre 12 e 13 dorsais, além de 2 pélvicos e 3 anais.

Os efeitos do veneno em humanos varia de intensas dores e edema locais, até náusea, tontura, fraqueza muscular, respiração ofegante e dor de cabeça. Apesar disso não é letal.

Moreia

Conhecidas pelos índios Tupinambás como Caramuru, são conhecidas cerca de 202 espécies de Moreias, subdivididas em 6 gêneros.

Dessas essas mais de 200 espécies, cerca de 30 habitam o litoral brasileiro. A maior mede 4 metros de comprimento e, como vivem em tocas, principalmente no costão rochoso (ou costeira) de ilhas e do continente, é possível imaginar o tamanho de seus esconderijos/abrigos.

Em Ubatuba são encontradas com frequência animais das espécies Gymnothoraz moringa (Caramuru), Gymnothorax ocellatus (moreia pintada), Ophichthys gomesi (muçum do mar) e Ophichthys ophis (muçum pintado).

Assemelham-se com serpentes devido ao seu formato quase cilíndrico e pelo modo de locomoção. Apesar disso, fazem parte da família das enguias. São capazes de rastejar e nadam ondulando o corpo, aliás, são consideradas excelentes nadadoras.

Alimentam-se de pequenos peixes, moluscos, crustáceos e animais invertebrados que aproximam-se de suas tocas. Algumas espécies são agressivas e possuem veneno, entretanto não atacam humanos, exceto quando confundem seu dedo com os tentáculos de polvo, por exemplo.

Como ir até o Aquário de Ubatuba

Ir até o Aquário de Ubatuba é muito fácil, pois está localizado em uma das ruas de comércio mais frequentadas de Ubatuba. O Aquário fica na Rua Guarani, 859, Itaguá/Centro.

Por conta de sua localização muito próxima da orla, também é possível ir caminhando. Passeio extremamente agradável, com belíssima vista da Praia do Cruzeiro, Praia do Itaguá e outros pontos localizados na baía central de Ubatuba.

Você também pode desejar visitar o Aquário de Ubatuba de bicicleta. Na região central há uma ciclovia margeando toda a orla das praias do Itaguá, Cruzeiro e segue até o final da Praia do Perequê-Açú.

Como ir ao Aquário de Ubatuba - Como chegar no Aquário de Ubatuba

Como ir até o Aquário de Ubatuba – Como chegar no Aquário de Ubatuba

Como ir ao Aquário de Ubatuba a partir do Centro

Como chegar no Aquário de Ubatuba a partir do Centro da cidade

Chegue na Rua Salvador Corrêa, ela é uma paralela da Av. Iperoig. Essa é a avenida da orla da Praia do Cruzeiro.

  1. Uma vez na Salvador Corrêa, siga-a reto até o final. Você sairá no Aeroporto de Ubatuba.
  2. Vire para a sua esquerda na Rua Liberdade. Siga um pequeno trecho até a Rua Guaicurus.
  3. Vire para a sua direita na Guaicurus e siga-a até o final, onde há uma ponte.
  4. Após atravessar a ponte, vire para a sua esquerda e siga reto. Essa é a Av. Professor Chicó Santos.
  5. No final dessa avenida é possível avistar a Praça da Baleia. Vire novamente para a sua esquerda e atrevesse a ponte. O Aquário de Ubatuba pode ser visto ao seu lado direito.

Existem muitos locais próximos para estacionar, inclusive estacionamentos privados.

Um bom ponto para estacionar é a Praça da Baleia, que fica antes da ponte, no final da Av. Prof. Chicó Santos.

Como ir ao Aquário de Ubatuba a partir da Praia Grande

Como ir no Aquário de Ubatuba a partir da Praia Grande

A distância entre a Praia Grande e o Aquário de Ubatuba pelo trajeto descrito abaixo é de aproximadamente 3 km.

  1. Saindo da Praia Grande pela Rodovia Rio-Santos sentido Centro/Trevo de Ubatuba, tome a sua direita na rotatória que dá acesso a Rua Capitão Felipe. É a primeira rotatória.
  2. Siga reto até o final da Rua Capitão Felipe. Você sairá na orla da Praia do Itaguá
  3. Contorne a rotatória para a sua esquerda. Essa é a Av. Leovigildo Dias Vieira.
  4. Siga reto até o final dessa avenida. O Aquário fica logo no início da Rua Guarani, após a Praça da Baleia e ponte sobre o Rio Tavares.

Existem muitos locais próximos para estacionar, inclusive estacionamentos privados.

Um bom ponto para estacionar é a Praça da Baleia, que fica antes da ponte, no final da Av. Prof. Chicó Santos.

Como ir ao Aquário de Ubatuba de ônibus

Como ir no Aquário de Ubatuba de ônibus

Existe apenas uma linha que desembarca próximo do Aquário de Ubatuba, que é a do Perequê-Mirim. Não há informações no site da companhia de transporte público acerca dos horários. O telefone do terminal é 12 3833-4002.

Todas as outras linhas sentido Centro-Sul ou Sul-Centro desembarcam na Rodovia Rio-Santos. O ponto de desembarque mais próximo fica distante pouco mais de 1 km.

Solicite desembarcar no ponto mais próximo da Rua Taubaté. Siga-a até o final e você sairá na Praça da Baleia. O Aquário de Ubatuba pode ser visto a partir desse local.

Rotas para o Aquário de Ubatuba

Rotas a partir de outras praias e bairros

Rotas a partir de Caraguatatuba e Paraty.

As rotas abaixo foram traçadas utilizando a ferramenta de rotas do Google Maps. Ao clicar em um dos links abaixo será aberta uma nova janela/aba.

Região Sul

Região Norte

Distâncias entre locais, cidades e capitais e o Aquário de Ubatuba

Distâncias terrestres aproximadas de outros locais e localidades

O Aquário de Ubatuba está distante 1,5 km aproximadamente do encontro entre a Av. Prof. Thomás Galhardo e a Av. Iperoig. A Thomás Galhardo é a avenida de acesso principal do município a partir do Trevo Municipal de Ubatuba saindo da Rodovia Oswaldo Cruz.

Distância de locais na região sul e o Aquário de Ubatuba

  • Praia Grande: 4,5 km
  • Praia da Enseada: 8 km
  • Praia do Lázaro: 14 km
  • Praia Dura: 18 km
  • Praia de Maranduba: 26,5 km

Distância de locais na região norte e o Aquário de Ubatuba

  • Praia Vermelha do Norte: 10,5 km
  • Praia de Itamambuca: 16,5 km
  • Praia do Félix: 20 km
  • Praia do Ubatumirim: 32,5 km
  • Praia da Fazenda: 40,5 km

Distância entre cidades vizinhas e o Aquário de Ubatuba

  • Paraty (RJ): 76,5 km
  • Angra dos Reis (RJ): 170 km
  • Caraguatatuba: 52,5 km
  • São Sebastião: 76 km
  • Santos: 270 km (via Rio-Santos)

Distância entre capitais próximas e o Aquário de Ubatuba

  • São Paulo: 228 km (via Dutra e Rod. Oswaldo Cruz)
  • Rio de Janeiro: 322 km (via Rio-Santos)
  • Belo Horizonte: 625 km (via BR-381 e Oswaldo Cruz)
  • Curitiba: 636 km (via BR-116 e Oswaldo Cruz)

Mapa do Aquário de Ubatuba

Esse mapa do Aquário de Ubatuba foi extraído do site oficial. É uma planta do espaço, onde você pode conferir todos os atrativos e ambientes. No site do Aquário essa imagem é utilizada como um tour virtual e, ao clicar em cada ambiente, são exibidas informações.

Clique na imagem abaixo para abri-la em uma nova aba/janela em seu navegador, onde poderá ampliá-la ou salvá-la.

Mapa interno do Aquário de Ubatuba - Mapa do Aquário de Ubatuba

Mapa do Aquário de Ubatuba (Interno)

Referências externas

Escreva pra nós

Se você deseja informações de qualquer gênero, não somente sobre essa praia, escreva para nós.

Deseja informações sobre espaços publicitários, teremos prazer em esclarecer suas principais dúvidas e questionamentos. Podemos nos falar ao telefone ou agendar um bate papo presencial para apresentar produtos e serviços.

Agora, caso tenha a intenção é fazer parceria, solicitar imagens, conteúdos ou compartilhar uma ideia diferente que lhe ocorreu, sinta-se a vontade para soltar a voz. Somos entusiastas de boas ideias!

Por fim, desde já agradecemos por reportar erros de português, links quebrados ou erros no site. Suas contribuições nesse sentido auxiliarão milhares de outros visitantes e usuários.

3 + 1 =

Ubatuba Guide: Guia turístico de Ubatuba online dedicado a você, turista, que deseja conhecer esse paraíso ecológico.

Textos, fotos e vídeos autorais disponíveis para uso jornalístico e acadêmico sob distintas licenças Creative Commons.

Valorizamos o design limpo, com liberdade para navegar sem ter que desviar de uma enxurrada de anúncios monetizados para chegar ao conteúdo.

Página publicada em 01/03/2018 e atualizada em 04/10/2018 por Deyves Martins (Redação UG)